Dedetizadora Cupins
  • KS
  • Serviços

Problemas com Cupins?

Nosso dedetizador é treinado para combater e exterminar Cupins em qualquer situação seja residencial ou empresarial. Solicite uma visita técnica é gratuita.

Dedetizadora preço justo

Surpreenda-se com nossa dedetizadora Cupins com os mais avançados recursos no combate e controle de infestação Cupins utilizando técnicas modernas de aplicação de efeito choque, desalojante e residual, inibidores de crescimento, micro encapsulados, armadilhas atóxicas de captura entre outros.

Só uma empresa de porte oferece a seus clientes visita e orçamento gratuitos.
Você pode agendar através da central de atendimento ou em uma unidade mais perto do seu endereço:
São Paulo: 11 5579-9000 , ABC: 11 4458-5000, Jandira: 11 4619-5367, Osasco: 11 3654-3701, Barueri: 11 4191-1909, Gde SP Oeste: 11 4163-3000, Campinas: 19 2511-4947, Whatsapp: 11 98622-7000.

Serviços de dedetização Cupins executados com profissionais em residências, empresas, condomínios, indústrias, entre outros locais. Oferecemos preço justo e ótimas condições de pagamento.

Coptotermes gestroi, Cryptotermes brevis e Nasutitermes corniger são na verdade cupins

Cupim de solo ou de parede (Coptotermes gestroi) além dos já conhecidos alimentos que eles adoram também gostão de betume, borrachas, cabos elétricos e telefônicos, couros, isopor, plásticos, metais, tijolos e tecidos.
Cupim de madeira seca (Cryptotermes brevis) muito comum em infestações de moveis em áreas urbanas, onde causa grande prejuízo econômico. Fonte

cupinzeiro

Suas colônias de cupins são geradas dentro da madeira vivem e sobrevivem comendo tudo, podendo permanecer lá por até 5 anos, dependendo do tamanho da madeira ou móvel.
Nasutitermes corniger cupim de origem brasileira, das regiões norte e nordeste e é a principal espécie da praga, infestando o madeiramento do telhado, cercas de criação, batentes de portas e armários embutidos.
Eles infestam madeira dura ou mole, seca ou úmida, manufaturada ou não, e ocasionalmente plantas vivas, causando danos consideráveis.

Os cupins são insetos sociais da Ordem Isoptera.

Na antiguidade o homem confundia o cupim com formiga.
O cupim é pequeno, delicado, as patas minúsculas são finas, assim como as curtas antenas da cabeça grande.
O comprimento total é no máximo 2,5 cm e às vezes menos de 5,5 mm.
Alguns são claros, com a cabeça e as mandíbulas marrom-avermelhadas.
Os cupins são também chamados termitas, e o seu ninho, cupinzeiro ou termiteiro.
Todos os cupins são eussociais, possuindo castas estéreis (soldados e operários).

Cupim Rainha

Uma colônia típica é constituída de um casal reprodutor, rei e rainha, que se ocupa apenas de produzir ovos; de inúmeros operários, que executam todo o trabalho e alimentam as outras castas; e de soldados, que são responsáveis pela defesa da colônia.
Existem também reprodutores secundários (neotênicos, formados a partir de ninfas cujos órgãos sexuais amadurecem sem que o desenvolvimento geral se complete), que podem substituir rei e rainha quando esses morrem, e que, às vezes, ocorrem em grande número numa mesma colônia. Fonte

Como se dividem as castas dentro das colônias de Cupins?

As colônias são constituídas por castas fixas e não fixas. Os membros das castas fixas sofrem poucas mudanças.
Mas as castas não fixas passam por diferentes estágios durante seu desenvolvimento. Assim que nascem, os cupins já apresentam suas características definitivas e durante o desenvolvimento passam por sucessivas trocas de pele.
Rei e rainha: O casal real é o primeiro e mais importante núcleo reprodutor da sociedade. Cumprem funções de procriar e garantir a continuidade da colônia. Por isso têm corpos modificados em relação aos demais cupins com aparelhos reprodutores desenvolvidos. A fêmea põe aproximadamente 84 mil ovos por dia.
Os ovos incubados por duas semanas permanecem sob os cuidados dos cupins-operários até que se tornem ninfas. Em algumas colônias, o casal real transita livremente pelo ninho. Em outras, permanece confinado na câmara real, de onde jamais sairá.
Ninfas: Insetos recém-nascidos, fazem parte das castas não fixas. Depois que se desenvolvem, desempenham funções de trabalhadores. Eventualmente sofrem mudanças para cumprir funções de castas fixas (operárias, soldados, reprodutores primários ou reprodutores secundários).
As ninfas se alimentam de resíduos regurgitados pelos operários por duas semanas após saírem dos ovos.
Operários: Insetos machos e fêmeas estéreis considerados adultos imaturos, se dedicam a construção do ninho, alimentam as larvas, o rei e a rainha, forrageando matéria vegetal para toda a colônia.
Soldados: Insetos machos e fêmeas estéreis considerados adultos imaturos, protegem e defendem a colônia contra invasões. Suas características são diferenciadas em relação aos demais cupins. Soldados mandibulados têm fortes mandíbulas para segurar os inimigos.
Soldados nasutos esguicham substâncias nocivas pegajosas através de uma glândula na frente da cabeça. Há soldados que fazem as duas coisas.
Aleluias: Insetos adultos com asas, também conhecidos como siriris, formam outra casta de reprodutores. Asseguram a continuidade da espécie em caso da morte do rei ou da rainha.
No início do verão, casais de cupins jovens, sexualmente maduros, abandonam o antigo ninho em revoadas e procuram locais adequados para fundar novas colônias.
Embora voem acima de 60m, não se afastam mais do que 275m do cupinzeiro. Quando perdem as asas, se acasalam e a fêmea fecundada, ainda com corpo de um cupim normal, se torna a rainha da nova colônia. De seus ovos nascerão operários que construirão o novo cupinzeiro.

Qual a importância dos Cupins para o meio ambiente?

Nas matas, a rede formada pelas colônias de cupins contribui para o equilíbrio ecológico entre os predadores e animais de grande porte, como os elefantes e as girafas.
Também contribui com a produtividade do solo, estimulando a reprodução vegetal e melhorando todo o ecossistema.
As plantas próximas a cupinzeiros crescem com maior rapidez, pois os cupins fertilizam o solo com fósforo, nitrogênio e outros nutrientes.

Como os Cupins constroem colônias?

A colônias se constituem de uma rede de túneis subterrâneos. construída acima do solo ou dentro de madeira morta.
Os cupins arborícolas, da espécie Nasutitermes, constroem colônias no alto de árvores vivas e se alimentam da madeira destas árvores, fazendo túneis parecidos com os caminhos que os cupins constroem no solo.
As câmaras do ninho são ligadas por corredores. A câmara central serve de aposentos reais, outra para depósito de comidas, uma terceira abriga as larvas.
Os ninhos são herméticamente fechados para protejer os habitantes das temperaturas altas ou baixas. Os operários saem do ninho para buscar alimentos.
Quando retornam, a saída é rapidamente fechada para evitar invasores.

Quais os tipos de Cupins?

Cupins de Montículo: Os montinhos geralmente vistos em pastos e outras áreas rurais, chamados cupinzeiros, têm a forma de cogumelos, cilindros, cônicos ou cachos.
Desvalorizam as fazendas especialmente por dificultar a preparação do solo para o plantio. Por construir ninhos em montículos, a corcunda do touro é um inseto que pode ser confundido com o cupim.
Por ser entranhado de gordura, é um alimento muito apreciado por alguns mamíferos.
Cupins Subterrâneos (Coptotermes gestroi) : Cupins subterrâneos são os mais agressivos. Sua presença se caracterizada pelos famosos cupinzeiros acima do solo. Esses vivem sob a terra e saem a procura de madeira para se alimentar.
Procuram abrigo em madeira, couro, tecidos, papéis e até mesmo dentro da alvenaria e concreto, comprometendo a estrutura das construções, lajes, fundações, paredes, cabos de eletricidade, telefônicos e fiação de computadores. Cupins de Madeira Seca (Cryptotermes brevis) : São os cupins mais conhecidos e populares. As novas colônias começam a partir dos insetos que aparecem em revoadas em torno de lâmpadas e locais iluminados. As aleluias ou siriris são de machos adultos cupins de madeira seca.
Quando voam, procuram lugares para criar novas colônias especialmente onde há oferta de móveis e estruturas de madeira.
Cupins Coleópteros (Carunchos ou Brocas) : Esses cupins se alimentam de madeira e cereais como arroz, milho e feijão. Mais fácil de ser identificados e eliminados, seus ovos permanecem visíveis sobre a superfície da madeira.
Depois que nascem, as larvas se alojam dentro da madeira sem fazer perfurações e sem deixar rastros de infestação. Nessa fase se tornam perigosas, pois se alimentam da madeira e danificando toda a estrutura da peça submetida a infestação.

Que prejuízos e perdas os Cupins podem causar?

Toda madeira e derivados de celulose servem de alimentos para os cupins. Infelizmente em muitas oportunidades estes insetos encontram sua fonte de alimentação em casas e outras construções ocupadas pelo homem, causando estragos muitas vezes irrecuperáveis em vigas de telhados, sótãos, móveis e outras peças de madeira.
Na falta da celulose, outros materiais como plásticos, gesso, alvenaria e até concreto servem de alimento para os cupins. Para digestão destes materiais os cupins mantém uma simbiose com protozoários que vivem no seu estômago, transformando celulose em nutrientes. Cupins mortos também lhes servem de comida, fornecendo parte da proteína necessária a sobrevivência dos insetos.

Como eliminar Cupins?

O controle de infestações de cupins começa com a identificação da espécie, localização e retirada dos ninhos. Em alguns caso os ninhos estão próximos do imóvel, no solo ou em árvore próxima.
Por isso, além do tratamento das peças infestadas, o controle envolve a construção de uma barreira química no entorno da construção, com cupinicidas específicos para evitar a formação de novas colônias e as consequentes reinfestações.

Veja os métodos que a KS aplica em diferentes casos:

Dedetizador KS Aplicação de inseticidas por meio de pulverização: Geralmente em redes sanitárias.

Aplicação de gel: Segurança, conforto e comodidade, pois não é preciso desocupar o local.

Aplicação de pó químico seco: Diretamente no interior dos conduítes, vias e tomadas, onde não pode ser utilizada dedetização líquida.

Armadilhas Adesivas: Atraem e capturam os insetos.

Dedetizadora KS utiliza diversas técnicas com experiência adquirida ao longo dos 40 anos de atividade na dedetização Cupins com total segurança.

Parece simples, mas não é para uma boa dedetização Cupins é recomendado que a empresa siga algumas etapas afim de garantir a eficiência do trabalho: região e vizinhança, estrutura, tipo de praga infestante e elementos complicadores, trazendo tranquilidade a sua casa, condomínio, comércio, restaurante, indústria, etc.